PM FECHA BOCA DE FUMO PRENDE ASSALTANTES E RECUPERA VEICULO EM PONTA PORÃ

- 27/06/2015 - 0:00 | 0 comentários
Segurança Pública


6e100b693083fe7b237779ffd809d8b7

Policia Militar estoura boca de fumo, prende assaltante, recupera veículo e objetos roubado em Ponta Porã?

Os presos foram identificados como, Josiel da Silva Lima (26), as cidadãs paraguaias Cristina Gonzalez Jara (48) e Graciela Gonzalez Samaniego (27), presos durante Patrulhamento de uma viatura da Polícia Militar na rua Coronel Santana, no bairro Jardim Primor em Ponta Porã, os PMs avistaram o veículo  Fiat-Siena de cor prata sem placas, transitando em atitudes suspeitas pela região.

Ao tentar realizar a abordagem o veículo tentou empreender fuga para o território paraguaio, porém através de uma rápida ação policial, conseguiram interceptar e render o veículo e seus condutores, onde foram identificados como Josiel da Silva Lima e seus acompanhantes, Cristina, e Graciela, que em revista e checagem aos mesmos, foi confirmado que a placa do veículo é NRL-2772 do município de Sete Quedas-MS, estava com ocorrência de roubo-furto do dia (23) de junho de 2015, sendo  que é o mesmo veículo do taxista que saiu da cidade de Sete Quedas e foi rendido e  assaltado no distrito de Itamarati, onde levaram seu veículo e lhe largaram na região, onde as características e descrição do assaltante, batem perfeitamente com o autor Josiel,  após entrevistas como os mesmos, os policiais descobriram que na residência de Cristina , funcionava um ponto de vendas de drogas.

Os PMs rapidamente deslocaram com os autores para o referida propriedade, onde no interior da mesma, encontraram as duas placas de identificação do veiculo ( NRL-2772), certa quantias de maconha e Crack, 04 aparelhos de celular e 42 pares de sapatos novos, provavelmente de origem do roubo-furto, Graciela admitiu que a casa funciona como ” ponto de venda e consumo de drogas”, porem não tem nada a ver com isso, pois trabalha durante o dia, e não tem nada a ver o que ocorre em sua residência em sua ausência, Josiel resistiu a prisão e os policiais tiveram que usar uso de força proporcional para conter o delinquente.

Diante dos fatos, os envolvidos foram presos e encaminhados à delegacia de polícia civil para providências cabíveis, onde compareceu a vítima.

pareceu a vítima.