DOF DESARTICULA QUADRILHA DO CIGARRO NO MS

- 12/07/2015 - 0:00 | 0 comentários
Segurança Pública


59d925d75340d64d31d5ce71bf6ceaf4

Agentes do DOF desarticula quadrilha do contrabando na região de fronteira com o Paraguai.

 

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), fizeram na noite da ultima sexta-feira (10), a prisão de seis goianos que pertenciam a uma quadrilha de contrabandistas de cigarro.

 

A apreensão ocorreu por volta das 23:00hs, após informações que indicavam que em um sitio na MS 460, estaria um caminhão de cor vermelha, escondido atrás da casa.

 

Diante a denúncia a guarnição deslocou em patrulhamento, encontrando o caminhão MB de cor vermelha, com placas de Goiana/GO, na propriedade de uma pessoa que posteriormente foi identificada como, Marcos Vinicius Tavares Ferreira (30), morador de Mineiros/GO, estaria num hotel na cidade de Maracaju. 

 

Foram realizadas buscas em vários hotéis da cidade, sendo que em um hotel na saída para Ponta Porã, foram localizados cinco veículos com placas de Goias, sendo solicitado a relação de hóspedes do hotel, e constatado a presença de Marcos, que foi abordado e acabou por confessar que seria o batedor da carga do caminhão, e que estariam com ele mais cinco veículos e cinco pessoas.

 

Foram presos no hotel além de Marcos, Wesley de Oliveira Souza (25) me Markilinny Tavares Ferreira (28), ambos moradores em Mineiros/GO, José Luis da Silva Oliveira (37) e Lucas neto Souza (47), ambos moradores em Jatai/GO e Jeovane Claudino de Socorro, também morador em Mineiros/GO. 

 

Com os mesmos foram apreendidos os veículos Fiat Punto de cor preta, Fiat Strada de cor vermelha, GM Montana de cor branca e um Fiat de cor preta, todos com placas do estado de Goiás, com radiocomunicadores. 

No Caminhão os agentes do DOF contabilizaram uma carga de 700 caixas de cigarro, 28 pneus, além de produtos eletrônicos diversos, avaliada em aproximadamente 1,6 milhões de reais. 

 

Diante dos fatos, a quadrilha foi presa e encaminhada com os veículos, e a carga ilícita até a Delegacia de Fronteira de Dourados/MS, para as devidas providências.