Em Ponta Porã, ex-marido esfaqueia e ainda joga o corpo da mulher em rio

Mesmo com a tentativa de afogamento e com os furos da facada, a mulher sobreviveu

Da Redação, com informações da PM - 01/11/2023 - 14:23 | 0 comentários
Interior


Mulher sobrevive esfaqueada e dentro do rio. Foto ilustrativa

Uma jovem mulher de 26 anos, teve de tudo para não estar viva hoje, mas apesar da violência extrema, sua morte não veio em tentativa de feminicidio do então ex-marido. Ela foi socorrida na madrugada desta quarta-feira, 1º de novembro, depois de ser esfaqueada, jogada de uma ponte pelo ex-marido de 33 anos, para tentar matá-la ainda afogada em rio, na cidade de Ponta Porã, a 346 km de Campo Grande.

O primeiro ato do agressor e quase feminicida, foi que ele chegou a esfaquear a mulher nos braços e para ‘terminar’ de matar mulher a joga em rio para ela afogar. Contudo, populares viram a ocorrência e acionaram a polícia depois da meia-noite após ver uma mulher dentro do rio, no bairro Parque Ipes Hum, gritando por socorro.

O homem, não se intimidou e queria mesmo consumar o homicídio, pois quando os policiais chegaram encontraram o homem dentro do rio tentando afogar a vítima que gritava. “Ele foi detido e disse que achava estar foragido da Justiça, já que havia quebrado a tornozoleira eletrônica e fugido de Rio Brilhante. Ele tem passagens por tráfico de drogas.”, apontou a PM.

A mulher foi socorrida e contou que estava separada do autor. A vítima ainda relatou que estava morando na casa de sua irmã, e que o ex-marido invadiu a residência a arrastando até a ponte de onde a jogou de uma altura de 4 metros. Ela ainda falou que foi xingada com palavras de baixo calão.

Defesa

a vitima relatou ainda, que já dentro do rio, o homem tentou esfaqueá-la ainda mais, quando a jovem conseguiu certa defesa e se defendeu com os braços e teve ferimentos. Ele ainda a enforcou e tentou afogá-la.

O homem foi preso em flagrante e levado para a delegacia e a vítima para uma unidade de saúde.

 

 


Deixe um Comentário