Palmeiras deixa torcida frustrada com revés em casa ante Furacão

- 03/08/2015 - 0:00 | 0 comentários
Futebol


acbf17dca076404b2078b0d4b135530d

Mais uma vez o Palmeiras não conseguiu um bom resultado quando atua às 11h de domingo diante do seu torcedor, que ficou frustrado. Ontem, no Allianz Parque, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time foi derrotado por 1 a 0 para o Atlético-PR, assim como havia acontecido contra o Goiás, em 24 de maio. E pior: a equipe paulista deixou o G-4 após o resultado, já que o Furacão chegou aos mesmos 28 pontos, mas com uma vitória a mais, e caiu para a sexto devido ao empate entre Sport e Cruzeiro.

Os 38.794 pagantes – recorde de público e renda do clube no Brasileirão – que foram à arena viram um Alviverde errando muitos passes e com os jogadores de ataque, como Leandro Pereira, Dudu e Rafael Marques, bem marcados. A intenção dos visitantes era esperar o adversário e jogar no erro palmeirense.

Um dos desafogos do Verdão foi Robinho, que tentou por duas vezes no primeiro tempo, com uma defesa de Weverton e um arremate perto da meta, em cobrança de falta.

Na etapa final, os paranaenses viram que a partida estava morna pelo lado dos mandantes e se abriram um pouco mais, ainda aguardando os paulistas errarem. E isso aconteceu aos 30 minutos, quando Nikão cobrou escanteio, e Lucas, de olhos fechados, errou a cabeçada e a bola sobrou livre para Walter, que tocou na saída de Fernando Prass: 1 a 0, para decepção do torcedor alviverde.

Marcelo admite má atuação e lamenta lesão de Gabriel

O Palmeiras frustrou seu torcedor ao perder ontem pela manhã para o Atlético-PR por 1 a 0 no Allianz Parque. Não só a torcida saiu lamentando o tropeço, mas também o técnico Marcelo Oliveira.

“Foi um fato isolado. Queríamos jogar bem e o adversário marcou muito. Esses mesmos jogadores criaram muito em outras oportunidades. Vamos nos cobrar na semana e fazer uma trabalho melhor”, analisou o comandante.

Ele também lamentou a lesão de Gabriel, que saiu ainda no primeiro tempo com dores no joelho esquerdo. “Faz falta. Ele vinha jogando há mais tempo. Tem bom poder de marcação, mas também sai para o jogo”, ressaltou. “Esperamos que não seja nada grave com ele, que está entrosado com o Arouca”, finalizou.


Deixe um Comentário