Vazamento de amônia leva mais de 20 pessoas para hospital em MS

- 09/02/2017 - 0:00 | 0 comentários
Ciência


39ab3435cacf1a08e9825cb605dc66ac

Um vazamento de amônia no frigorífico Marfrig em Bataguassu, a 322 quilômetros de Campo Grande, na região leste de Mato Grosso do Sul, levou mais de 20 pessoas com suspeita de intoxicação para a Santa Casa da cidade, nesta quarta-feira (8). No pronto-socorro do hospital, a informação é de que todas foram atendidas e liberadas.

A Marfrig disse que não houve qualquer dano aos colaboradores. Ela informou que um problema na válvula do tanque de amônia provocou o vazamento na unidade de Bataguassu. Segundo a companhia, todos os procedimentos de emergência e evacuação foram prontamente adotados pela unidade e o vazamento já foi contido.

De acordo com o comandante do 17º Subgrupamento de Bombeiros Militar, Major Teller Soares Ribeiro, a evacuação do prédio e o transporte dos funcionários foram feitos pela própria empresa, que possui ambulâncias. “Em três minutos e meio, eles já tinham evacuado o prédio. Quando chegamos, o prédio já estava vazio e os funcionários foram levados para o hospital pela própria empresa. Nós cuidamos de conter o vazamento”, disse.

Quatro viaturas com nove bombeiros atenderam a ocorrência. Para conter o vazamento, eles usaram roupas de proteção e equipamento de respiração. De acordo com o comandante, o certificado de vistoria do frigorífico está em dia. O vazamento foi percebido no início da tarde, pouco antes de uma da tarde.

Não é a primeira vez que o frigorífico em Bataguassu passa por uma situação dessas. Em outubro do ano passado, um vazamento do gás mobilizou os bombeiros. A amônia é um gás tóxico usado no sistema de refrigeração do frigorífico. (G1 MS)


Deixe um Comentário