Onze dicas para largar o vício do cigarro

- 27/05/2015 - 0:00 | 0 comentários
Ciência


2660be2b2df02c41fc17abdbfc676d66

O Dia Mundial sem Tabaco acontece neste domingo. A data foi criada em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com o objetivo de alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo. De acordo com a OMS, o cigarro libera no organismo aproximadamente cinco mil substâncias tóxicas por tragada. Fumar contribui também para o surgimento de diversas doenças, principalmente relacionadas ao pulmão, ao coração e à circulação sanguínea.
 
Para ajudar a quem quer se livrar do cigarro, entramos em contato com a pneumologista Rita de Cássia Ferreira, do Hospital Esperança Recife, e elaboramos uma lista com onze dicas para se ter mais saúde sem os males que o hábito de fumar causa.

Confira:
 
Peça ajuda
O apoio dos familiares e amigos também é fundamental. Peça ajuda sempre que preciso e busque, como inspiração, relatos de quem conseguiu parar de fumar.
 
Vá devagar
Se é difícil abandonar de vez, diminua gradualmente a quantidade de cigarros por dia.
 
Proteja-se
Evite, a princípio, locais com muitos fumantes e atitudes que funcionam como “gatilho” para o estresse. Trace novos roteiros para seu cotidiano.

Hidrate-se
Beba muita água. Ela ajuda a eliminar a nicotina e outras substâncias tóxicas do organismo.

Cuide da saúde do corpo
Exercite-se. Procure a atividade física que mais lhe dá prazer e comece ou volte a praticar.

Supervisão de especialistas é importante
Busque orientação médica a cada passo do plano traçado. O profissional poderá indicar a melhor maneira de lidar com os temporários efeitos colaterais, como ganho de peso e dores de cabeça, por exemplo. Dependendo do nível de dependência, o médico pode recomendar, ainda, ajuda medicamentosa, de acordo com cada caso.

Consultas
Terapias podem ajudar. Mas consulte antes um médico para saber se há contraindicações para você.

Tecnologia a seu favor
Sites de instituições de saúde, como o do Instituto Nacional de Câncer e o da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, também contêm dicas e relatos. O Google pode ser um parceiro em diversas situações, e a busca por ajuda contra o tabagismo é uma delas.

Alimentação
Consuma alimentos leves, como frutas, verduras e fibras, e evite frituras e comidas gordurosas em geral, além da cafeína, que estimula a ansiedade e a agitação;

Contato
Não manter proximidade com familiares e amigos que fumam é difícil, mas é indicado evitar. O contato visual de pessoas fumando pode influenciar na vontade de tragar um cigarro também.

Ciência e alternativas
Patches (adesivos) e goma de mascar de nicotina, cigarros eletrônicos e medicamentos auxiliam na luta contra o tabagismo. Procure supervisão médica para saber se é indicado para o seu grau de dependência.