Farmácia Municipal de Ladário vai funcionar aos sábados, domingos e à noite

- 14/01/2017 - 0:00 | 0 comentários
Ciência


0f128b59913cdcbadd50f36dbaae7de6

Em menos de 15 dias de gestão, as soluções para facilitar a vida dos moradores de Ladário começam a aparecer.  “Foi uma determinação do prefeito Carlos Ruso, dar o melhor atendimento possível à população”, disse a secretária municipal de Saúde, Ana Lúcia de Vasconcelos Pereira, ao anunciar que, já a partir deste sábado, 14/01, a Farmácia Municipal, passará a funcionar nos três períodos, pela manhã, à tarde e à noite, seguindo o horário do pronto atendimento, até as 23:00 h.

“O paciente procura a unidade de pronto atendimento, o médico passa a receita e o paciente não tem acesso à medicação, a partir de agora isso vai mudar”, afirmou a secretária, acrescentando que a farmácia também ficará aberta aos sábados, domingos e feriados. Ela garantiu que estarão sendo oferecidos todos os medicamentos da atenção básica, inclusive os injetáveis, o que será uma meta a ser cumprida durante todo o mandato do prefeito Carlos Ruso.

Outra boa notícia é a implementação das salas de vacinas, que passam a funcionar de 07 ás 11 da manhã e de da 01 às 05 da tarde. Haverá duas delas disponíveis, uma na Unidade Básica de Saúde, Érico Vale, no Seac; e outra no João Fernandes, no bairro Alta Floresta. “Vale ressaltar que estarão disponíveis as vacinas para crianças, gestantes e adultos”, disse a secretária.

Ana Lúcia também falou da importância da imunização e disse que estarão disponíveis vacinas como a antipólio, varíola e meningite para crianças; febre amarela, hepatite B e difteria, para adultos e; tríplice viral e coqueluche para gestantes.

A secretária de Saúde também informou que outras mudanças irão acontecer e que, uma delas, será a mudança do pronto atendimento para a Unidade Tamandaré, que fica na Cohab. “Nós estamos providenciando o material para ajustar a unidade e proporcionar mais conforto para os usuários”, explicou Ana, adiantando que primeiro será organizada a estrutura física, para só depois, ser feita a transferência.

Outro ponto tratado por Ana Lúcia Pereira, foi com relação às dificuldades de início de gestão. Ela disse saber dos problemas e pediu que todas as reclamações, sejam documentadas e protocoladas na Ouvidoria Municipal, que funciona na Casa da Saúde, que fica na rua Cunha e Couto, nº 1.212, no centro da cidade. O telefone da ouvidoria é o 3226-2945. (Assessoria de Comunicação PML)


Deixe um Comentário