Governo do Estado libera R$ 9 milhões em convênios para a Capital

Os recursos estaduais estão financiando obras nos jardins Nashiville, Noroeste e Centenário

Seilog - 14/11/2023 - 14:26 | 0 comentários
Campo Grande


Obra na avenida Duque de Caxias. Foto: Chico Ribeiro

O Governo do Estado, através da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul), liberou R$ 9 milhões para a Prefeitura de Campo Grande nesta terça-feira (14). O recurso será utilizado em ações de infraestrutura urbana, como pavimentação, recapeamento e drenagem, e também na obra de revitalização da área pública da antiga rodoviária da cidade.

Conforme a Gerência de Finanças e Contabilidade da Agesul, o dinheiro deve ser creditado na conta da prefeitura na próxima quinta-feira (16), após compensação bancária. Os R$ 9 milhões se referem aos pagamentos das segundas parcelas de sete convênios firmados entre o Estado e o município nos meses de setembro e outubro deste ano.

“Quitando mais uma parcela dos convênios, o governador Eduardo Riedel acelera a execução dessas obras que são importantes para toda a população de Campo Grande. Asfalto com drenagem representa qualidade de vida para as pessoas”, destacou o secretário Helio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística).

Os recursos estaduais estão financiando obras nos jardins Nashiville, Noroeste e Centenário. Também são contemplados os bairros Portal Caiobá e North Park, além da Avenida Duque de Caxias, no trecho que vai do Indubrasil ao aeroporto. A obra de revitalização da área pública da antiga rodoviária também é atendida pelos convênios.

Ao todo, as obras previstas nos sete convênios somam R$ 162,5 milhões – recursos federais, estaduais e municipais. As contrapartidas do governo estadual chegam a R$ 53,6 milhões. Confira os detalhes dos projetos a seguir:

Fundo de Vale do Córrego Imbirussu

Com R$ 84,6 milhões, a obra consiste na pavimentação das vias Avenida 7, Rua 83, Rua 84, Rua 79, Avenida 3 e Avenida Wilson Paes de Barros. Ao todo, serão 8.101 metros de drenagem, 7.484 metros de pavimentação e 4.607 metros de ciclovia.

Recuperação de malha viária – Etapa 2

Obra de R$ 7,4 milhões para recapeamento em trechos das seguintes vias: Rua Bom Sucesso (Anhanduizinho); ruas Fátima do Sul e Península (Lagoa); e ruas João Pedro de Souza e 15 de Novembro (Centro). Ao todo, serão 4.225,89 metros de vias recapeadas.

Bairros Jardim Nashiville, Portal Caiobá e North Park

Pavimentação e drenagem em 24 vias, com investimento de R$ 16,3 milhões. No Nashiville são 752,36 metros de drenagem e 3.433,44 metros de pavimento em 12 ruas: Adhemar Sobral, Cassemiro Soria, Chames Pare, Florestan Fernandes, Ronald de Carvalho, Hipólito Cassiano Gavelan, Francisco Otaviano, José Maria de Souza, Maria Chizarim, Osmar de Andrade, Hideo Akamine e Paulo Soares Valentin.

No Portal Caiobá são 222 metros de drenagem e 1.729,45 metros de pavimentação asfáltica em duas ruas: Diógenes Ignácio de Souza e Poente.

Já no North Park são 848,48 metros de drenagem e 2.353,06 metros de pavimento em 10 ruas: Ushuaia, Quito, La Paz, Abrolhos, Mar del Plata, Bahia Blanca, Punta Arena, Caracas, Atacama e San Juan.

Jardim Noroeste

A obra de pavimentação e serviços complementares de drenagem, acessibilidade e sinalização tem investimento de R$ 10,9 milhões e será feita na Rua Urupês, com 4.117,36 metros de drenagem e 1.678,72 metros de pavimentação, além de uma bacia de amortecimento para microdrenagem.

Avenida Duque de Caxias

Obra de R$ 18,7 milhões para requalificação do pavimento, drenagem e sinalização viária da Avenida Duque de Caxias, entre a rotatória do Indubrasil e o acesso ao aeroporto, no trecho de quem chega na cidade. São 9,2 mil metros de via.

Jardim Centenário

Com R$ 5,3 milhões, a obra consiste na pavimentação, drenagem, acessibilidade e sinalização de 12 ruas e travessas: Ruas Morro do Chapéu, Barra da Corda, Ribeirão das Neves, Granada, Seis de Outubro, Itabirito, Xanxerê, Baliza e Caxiuanã; e Travessas Serra Dourados, Pinheirão e Olímpico. São 1.345 metros de drenagem e 4.335 metros de pavimentação asfáltica.

Antiga rodoviária de Campo Grande

Obra de R$ 16,5 milhões para revitalização de 11.902 m² de área pública total do prédio que recebe o nome de Terminal Rodoviário Eduardo Laburu. As ações de reforma estão divididas entre a antiga rodoviária, a área onde funcionava o terminal de ônibus do transporte coletivo e o quadrilátero de calçadas das ruas Joaquim Nabuco, Dom Aquino, Vasconcelos Fernandes e Barão do Rio Branco.

O prédio da Rua Joaquim Nabuco, onde funcionavam as plataformas de embarque e desembarque (térreo) e onde eram vendidos os tíquetes para viagens (piso superior) será revitalizado.

O local onde funcionava o terminal do transporte coletivo, na Rua Vasconcelos Fernandes, será totalmente demolido para dar lugar a um estacionamento com 69 vagas.

Já as calçadas do quadrilátero das ruas Joaquim Nabuco, Dom Aquino, Vasconcelos Fernandes e Barão do Rio Branco terão acessibilidade e paisagismo.

 


Deixe um Comentário